Nesse artigo vou te mostrar como montar um Food Truck passo a passo investindo pouco dinheiro para iniciar as atividades.

O Food Truck é um veículo adaptado para produzir e servir refeições na rua e é uma boa oportunidade de negócio para quem deseja empreender com alimentação.

Mas você precisa conhecer alguns pontos fundamentais sobre esse negócio antes de iniciar nesse mercado se quiser ter sucesso de verdade.

Para você ter uma ideia do tamanho do mercado de alimentação fora de casa, ele movimenta aproximadamente 170 Bilhões de Reais por ano.

Então, se você deseja empreender nesse segmento e quer descobrir como montar um Food Truck lucrativo e de sucesso, continue aqui comigo.

Como Montar um Food Truck
Como Montar um Food Truck

Como Montar um Food Truck

Essa ideia de negócio tem atraído cada vez mais empreendedores que buscam oportunidades no mercado de alimentação.

Isso se justifica, principalmente, por conta do aumento da demanda dos brasileiros por alimentação fora de casa, representando mais de 30% de seus orçamentos.

O fato de nós termos cada vez menos tempo para cozinhar em casa também contribui para o crescimento desse mercado.

Por outro lado, estamos associando cada vez mais alimentação fora de casa com lazer.

Talvez por isso temos visto tantos estabelecimentos desse tipo sendo abertos.

Vários negócios competem entre si dentro desse mercado como padarias, restaurantes e lanchonetes, mas nenhum deles tem crescido tanto quanto os Food Trucks.

Essa tendência deve se manter nos próximos anos por que esses empreendimentos atendem bem às expectativas do público como praticidade e preços acessíveis.

Sabendo disso, podemos afirmar que montar um Food Truck é uma boa ideia de negócio, mas você precisa planejar muito bem antes de iniciar o seu empreendimento.

O investimento para abrir um Food Truck varia de R$ 20 a R$ 350 Mil.

Porém, esse valor varia de acordo com o modelo e tamanho do veículo, equipamentos instalados e personalização.

Vou te mostrar esses pontos detalhadamente mais adiante, agora você vai conhecer um pouco mais sobre a estrutura básica de um Food Truck.

Estrutura de um Food Truck

O Food Truck é basicamente uma cozinha móvel de dimensões reduzidas adaptada em um veículo que transporta e vende alimentos de forma itinerante ou fixa.

Sendo assim, sua estrutura deve ser planejada para atender às necessidades de preparação e venda dos alimentos, segundo as exigências dos seguintes órgãos:

  • Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) municipal e estadual
  • Prefeitura Municipal
  • Departamento Nacional de Trânsito (Denatran)
  • Departamento Estadual de Trânsito (Detran)
  • Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro)

Antes de tudo, a estrutura é o veículo personalizado que você possui, que pode ser um trailer, van, perua ou pequeno caminhão.

Já as modificações, como a cozinha, são feitas por fabricantes, de acordo com os limites do DENATRAN e INMETRO.

Por dentro, é estabelecido uma área de preparo, um balcão de atendimento e o caixa.

Alguns aglutinam o atendimento com o caixa, mas é importante separar o manuseio de alimentos do manuseio de dinheiro.

Além disso, o empreendedor deve considerar o espaço externo, principalmente se ele pode acomodar mesas e cadeiras.

Por fim, é importante que o espaço interno tenha boa disposição dos equipamentos, de forma que o trabalho do cozinheiro não seja prejudicado.

Dessa forma, é interessante que seja feito num esquema semelhante ao de cozinha industrial.

Como Abrir um Food Truck
Como Abrir um Food Truck

Perfil do Cliente

O perfil do público é bem diversificado, mas varia entre 20 e 35 anos, maioria são homens, casados e das classes C e D que possuem um estilo de vida mais moderno.

Dessa forma, visitam os Food Trucks nos fins de semana, geralmente na hora do almoço, embora tenha se tornado popular a ida à noite.

Inclusive, costumam parar no food truck por indicação de pessoas próximas, oportunidade ou redes sociais.

E quando param, geralmente tem preferência por comidas tradicionais de rua, embora muitos outros optem por algo “gourmet”.

Concorrência

Dentro do segmento, o empreendedor não conta só com competição direta forte, mas também a indireta de restaurantes, bares, lanchonetes e padarias.

Além disso, há outros ambulantes na disputa, como barracas de cachorro quente e pastel.

Dessa forma, o empreendedor deve aperfeiçoar seu sistema de produção e a qualidade de seu cardápio.

Por exemplo, a aposta em culinária diferenciada ou a produção de alta qualidade com um preço amistoso.

Além disso, o food truck pode competir dentro de um nicho em específico, que costuma não ter atenção do segmento.

Claro que a diferenciação não é só de público ou cardápio, mas também estrutural, pois um food truck personalizado chama atenção.

Por fim, participação em eventos como feiras, exposições e shows costumam render bem, mesmo sendo necessário pagar taxa de participação.

Ameaça: concorrência direta de Food Trucks, concorrência indireta de outros estabelecimentos culinários, clima local e legislação.

Oportunidade: nichos em potencial, cardápio diferenciado, food truck temático e participação em grandes eventos.

Fornecedores

Quanto ao fornecimento, há dois pontos a serem discutidos: o fornecimento de material e a produção do food truck.

O segundo ponto é bastante importante, visto que a personalização do veículo é fator atraente para público.

Os principais fabricantes de food trucks são:

  • Bumerangue Reboques
  • FAG Brasil
  • Topásio
  • IGLOO car
  • CLB Metal
  • Outros fabricantes locais

O valor para adaptação e customização costuma flutuar entre R$ 30-150 mil, podendo até superar o valor de R$ 300 mil.

Alguns outros possíveis fornecedores são: JBS food service, Ultragaz, Ajinomoto, Tramontina, Makro Atacadista, etc.

➡ Procurando Fornecedores Confiáveis? Clique Aqui

Produtos e Serviços

O produto oferecido no food truck varia conforme a especialização do negócio, público atendido e até mesmo horário.

Por exemplo, cachorro quente e espetinhos são ideais para saída de festas, alcançando um público mais jovem.

Já um cardápio mais elaborado, como um hambúrguer, é comum de noite, após saída do trabalho.

Dessa forma, é necessário pesquisa por público e também avaliação sobre que tipo de cardápio possuem seus concorrentes.

No geral, as matérias-primas para elaboração do cardápio são verduras, carnes, vegetais, laticínios, condimentos, gorduras, óleos, aditivos (corantes e aromatizantes) e embalagens para os produtos.

Isso pode ser fornecido por fornecedores ou compra direta.

Além disso, a compra dos materiais é periódica: frutas e legumes em dias alternados, bebidas semanalmente, congelados em prazos maiores.

Dessa forma, não há excesso de matéria-prima.

Food Truck
Food Truck

Máquina e Equipamentos

Apesar de sua “personalidade” informal, os equipamentos para food truck pouco diferem de uma cozinha industrial.

Dessa forma, são comuns os seguintes equipamentos:

  • Balcão de trabalho
  • Prateleiras
  • Armário
  • Geladeira e/ou freezer
  • Fogão e forno industrial
  • Instalação de gás
  • Coletor de detritos
  • Pia em inox
  • Gerador
  • Micro-ondas
  • Utensílios de cozinha
  • Entre outros itens

O valor total de todos esses itens pode chegar a R$ 20-30 mil, porém, pode diminuir com o uso de materiais caseiros.

Além disso, há fornecedores como Ultragaz, Tramontina, Narcel e Berta – essa última sendo especializada em cozinha industrial.

 [ E-book ] Como Fazer Plano de Negócio Simples

Equipe de Trabalho

Quanto a equipe de trabalho, o tamanho é variante conforme estrutura, volume de trabalho e produto vendido.

No entanto, a equipe básica é composta por cozinheiro, auxiliar de cozinha, atendentes e caixa – o que pode ser resumido em dois funcionários.

Inclusive, um dos funcionários pode ser o próprio empreendedor.

O cozinheiro deve ter noção de manuseio e preparo dos alimentos dentro dos padrões sanitários.

Além disso, deve ser ágil na produção e manter sempre uma qualidade constante de seu produto.

Já o atendente deve ser atencioso e ágil na anotação e no pedido ao cozinheiro, sendo também organizado no atendimento e entrega.

Já o caixa deve ter conhecimento das operações de cobrança e bom raciocínio lógico-matemático.

Por fim, todos devem apresentar sempre cordialidade com o cliente, boa inteligência emocional e capacidade para identificar necessidades.

Além disso, não faz mal ter bom humor e educação – e também saber de cor o cardápio.

Tipos de Food Truck

Sendo um negócio que passou por constante adaptação aos clientes, o food truck acabou tendo muitas variantes de serviços.

Dessa forma, os tipos mais comuns são:

  • Cachorro quente: o food truck mais tradicional e de bom alcance de público
  • Sorvete: tipo que atinge todos os públicos e que possui aparência mais colorida
  • Hambúrguer: food truck também tradicional, mas que se popularizou mais com os hambúrgueres tradicionais
  • Pizza: seja com pizza ou minipizza, salgada ou doce, costuma atrair bom público
  • Vegano: food truck moderno e sofisticado, que atrai um público principalmente jovem
  • Entre outras.

Onde Montar um Food Truck

Localização é algo crucial para um food truck, pois é o ponto de virada que torna seus ganhos mensais menos variantes.

Afinal, permanecendo em seu ponto comercial, se torna popular e referência local.

Com exceção de eventos, onde há deslocamento, o seu food truck deve permanecer em um espaço com:

  • Bom fluxo de pessoas consumidoras do seu produto
  • Poucos concorrentes do mesmo segmento no seu espaço
  • Boas condições sanitárias no local (é bom que tenha banheiros)
  • Ser um local de fácil acesso e estar próximo de pontos de transporte público
  • Ponto menos visível (aqui você deve apostar na publicidade e em boas campanhas de marketing digital)

Quanto a legislação para uso do espaço, é necessário uma autorização especial da Prefeitura para uso de espaços públicos, devido a Lei de Zoneamento.

Inclusive, em algumas cidades, há até leis específicas para Food Truck.

Investimento Inicial

Somando custos de aquisição do veículo, adaptação dele para food truck, despesas iniciais, estoque e divulgação, o valor gira em torno de R$ 165 mil.

Contudo, esse valor varia conforme detalhes como já ter veículo e o equipamento, a forma de divulgação, etc.

Além disso, é necessário ter em mente os custos mensais como: gasolina/diesel, gás, manutenções e impostos.

Entretanto, a média de retorno do investimento é de 9-12 meses.

Documentação Necessária

O passo final de como montar um food truck envolve bastante a documentação necessária, principalmente por ser o setor alimentício mais fiscalizado do país.

Dessa forma, os principais conformes legais de seu negócio são:

  • Permissão de uso do espaço pela Secretaria de Urbanismo
  • Termo de Permissão de Uso na Prefeitura
  • Obtenção de CNPJ na Receita Federal
  • Inscrição Estadual na Receita Estadual
  • Alvará de funcionamento
  • Arquivamento do contrato Social ou declaração de MEI na Junta Comercial
  • Exigências da RDC 49/2013
  • Consulta de utilização da marca
  • Enquadramento na Entidade Sindical
  • INSS/FGTS na Caixa Econômica
  • Legislações específicas locais para a categoria

➡ Veja Também: Como abrir uma empresa passo a passo

Considerações Finais

Por fim, ao aprender como montar um food truck, você entra num mercado competitivo e bem legislado, mas também lucrativo.

Tendo um bom trabalho, seu faturamento líquido pode chegar a R$ 8-14 mil em poucos meses de atuação!

Esse artigo foi útil para você?

Eu consegui te ajudar de alguma forma?

Se sua resposta for “sim”, então curta e compartilhe esse artigo nas suas redes sociais.

Dessa forma, você ajuda nosso blog a crescer e propaga nossa mensagem para mais empreendedores.

Te desejo sorte e sabedoria para montar o seu negócio! Até mais!

16 Ideias Altamente Lucrativas Para Ganhar Dinheiro

Faça Como 4.678 Empreendedores e Baixe o Ebook GRATUITO

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Diego Coutinho
Diego Coutinho

Criei esse blog para ajudar e inspirar as pessoas a agirem em suas próprias vidas.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 5 =