Franquias Baratas Diego Coutinho

10 passos para escolher franquias de sucesso

Conheça 10 passos simples e essenciais para você escolher franquias de sucesso em qualquer segmento de mercado. O 5º passo é o mais importante.




Neste artigo você terá contato com informações valiosas sobre como escolher franquias lucrativas de sucesso.

Você vai entender como funciona o sistema de franchising e como se dá o relacionamento entre franqueado e franqueador no uso da marca e no sistema de gestão da franquia.

Como funciona uma franquia

O sistema de franquias consiste em uma parceria, onde o franqueador cede a um terceiro, o franqueado, o direito de explorar a marca que ele construiu ao longo dos anos.

Ele também cede o direito de distribuição dos produtos e serviços da marca em um território definido por contrato.

O franqueado poderá fazer uso dos sistemas de gestão e do know-how que o franqueador desenvolveu.

Resumindo, as franquias de sucesso nada mais são do que a replicação de um modelo de negócio bem sucedido.

Do ponto de vista do franqueador as franquias são partes de uma estratégia de distribuição dos produtos e serviços e expansão territorial.

Essa estratégia equilibra muito bem três pontos fundamentais quando se fala de canais de distribuição: custo, cobertura e controle.

Em relação a custos, certamente é mais vantajoso para o franqueador abrir uma unidade com o investimento do franqueado do que com recursos próprios.

Do ponto de vista da cobertura, será possível aumentar consideravelmente o território coberto pela empresa por meio das unidades franqueadas.

Destacamos o controle, que dentro desse sistema é bem maior, já que a parceria entre as partes é regida por contrato que determina os direitos e obrigações.

Franquias de sucesso

Termos no sistema de franquias

O franchising utiliza alguns termos para determinar quem é quem no sistema.

Franqueador

Ele é o dono da marca e responsável por desenvolver o know-how do negócio.

O franqueador também seleciona os candidatos a franqueados e determina o que é necessário para poder ingressar na rede.

Franqueado

É o responsável pela operação da unidade franqueada. É ele quem detém o direito de explorar a marca em um determinado território.

Franquia

É a unidade de negócio.

Território

É a área onde o franqueado tem direito de explorar a marca operando uma ou mais unidades. Esse território pode ser exclusivo ou preferencial.

Será exclusivo quando somente um franqueado poderá operar unidades e preferencial quando esse mesmo franqueado terá preferência caso o franqueador queira abrir novas unidades nesse território já ocupado.

Rede

É o conjunto de todas as unidades franqueadas. Na maioria das vezes o franqueador procura por pessoas para operarem o negócio e não apenas um investidor.

Esse empresário que está ingressando na rede é quem vai fazer o contato com os clientes e por esse motivo os franqueadores buscam por pessoas comprometidas e dispostas a se doarem para o negócio.

Vantagens ao abrir franquias de sucesso

Associa-se a uma marca consolidada – Construir uma marca do zero leva tempo e no sistema de franquias você já inicia com uma marca consolidada.

Participa de um conceito já testado – O franqueador já testou e verificou que o melhor método de trabalho é aquele que você receberá para utilizar na sua franquia, o que não aconteceria se você fosse iniciar um negócio do zero.

Redução do tempo de implantação

Possuirá métodos de gestão profissionais – Muitas vezes os franqueados não possuem formação na área do negócio que escolheu e ter acesso a métodos de gestão prontos facilitará bastante o andamento da franquia.

Economia de escala – A compra de insumos será bem mais barata do que em negócios próprios, pois geralmente o franqueador possui contratos vantajosos com fornecedores barateando os custos para todos na rede.

Treinamentos e manuais

• Foco na operação do negócio

Franquias de sucesso

Desafios do sistema de franquias

As franquias de sucesso são oportunidades muito interessantes para todo empreendedor, porém, como qualquer outro tipo de negócio, possui seus riscos, veja alguns deles a seguir:

• Possui riscos como qualquer outro negócio

• Riscos relacionados ao desempenho da rede

• Regras rígidas e pré-estabelecidas pelo franqueador

• Pagamento de taxas

• Padrões a serem seguidos

• Restrições para venda do negócio

10 passos para escolher franquias de sucesso sem medo de errar

1º Passo – Auto avaliação

Em primeiro lugar você precisa avaliar se esse é realmente o seu projeto de vida.

Você deve estar disposto a assumir os riscos do negócio e a aprender constantemente sobre o mercado de atuação. Os riscos são altos, porém as recompensas valem muito a pena em caso de sucesso.

Os contratos de franquias duram, geralmente, de quatro a cinco anos. Faça uma reflexão sobre o tempo que será necessário investir nesse negócio e veja se vale a pena para o seu perfil.

Perceba que isso afetará o desempenho em suas atividades particulares, por isso, planeje-se para o período do contrato.

Paralelo ao ponto anterior, fica o posicionamento da sua família em relação ao seu novo negócio.

É muito importante que a família esteja ao seu lado nessa empreitada. Você terá uma carga extra de trabalho no início do empreendimento, portanto, terá menos tempo disponível para o lazer e para a família.

É muito importante deixá-los ciente disso ao iniciar o negócio.

2º Passo – Que tipo de negócio empreender

Evite o erro de escolher a franquia pelo produto. Conheça o segmento e veja se você possui afinidade com as atividades da franquia desejada.

O empreendedor pode gostar muito de hambúrguer mas não suportar uma cozinha, daí é óbvio que ele terá problemas.

Buscar informações sobre os franqueadores é fundamental. Essa tarefa não é difícil e você pode começar acessando o site da Associação Brasileira de franchising (ABF).

Além do site da ABF, busque informações em revistas especializadas, consultorias e converse com franqueados.

Verifique se há disponibilidade da franqueadora ou se há planos de expansão para a sua região.

Observe que talvez não seja interessante que você se desloque para abrir uma franquia em outra região, já que o que conta é a sua rede de contatos na cidade e o seu conhecimento do mercado local.

3º Passo – Avalie o franqueador

É fundamental conhecer o franqueador antes de ingressar na rede. Antes de tudo, avalie a saúde financeira da rede.

Todo franqueador é obrigado a informar o balanço patrimonial, ode você verifica as receitas e despesas e o patrimônio líquido da empresa.

Verifique o ritmo de crescimento ou decrescimento de unidades da rede. Procure entender os movimentos.

É importante compreender os motivos que estão levando a rede a crescer ou diminuir, pois isso poderá afetá-lo diretamente no médio prazo.

Avaliar o desempenho das unidades é fundamental. O método é rudimentar, mas vale a pena ficar algumas horas em frente à uma unidade da franquia e observar o movimento de clientes.

Além disso, procure entrar em contato com outros franqueados da rede e pergunte se eles estão satisfeitos e o que mais os agradam e desagradam na rede.

4º Passo – Analise o suporte dado pelo franqueador

Na maior parte dos casos, o empreendedor que busca uma franquia como alternativa de montar um negócio busca esse modelo por conta do suporte que receberá e dos métodos já testados para administrar a empresa.

Portanto, deve-se procurar por franqueadores que possuam um suporte de qualidade e que deem a atenção necessária ao empreendedor que está ingressando na rede.

O primeiro ponto é verificar se o franqueador dará o apoio necessário na implementação do negócio.

Ele virá a seu encontro para auxiliá-lo na implementação da empresa? Ou você terá que fazer todo o processo sozinho?

Procure se informar se há treinamentos contínuos. Muitos franqueadores possuem programas intensos de treinamento inicial, mas não mantém um ritmo adequado de treinamento ao longo do tempo.

Opte por empresas que ofereçam treinamentos constantes e que possuam manuais atualizados.

5º Passo – Alinhe as suas expectativas com as do negócio

Avalie suas expectativas no que se refere a remuneração e jornada de trabalho. A franquia desejada por você atende às suas expectativas quanto à rentabilidade? A jornada de trabalho está dentro do que você espera?

6º Passo – Analise o investimento

O investimento nesse segmento não se resume a pagar a taxa de franquia. Na maioria dos casos, você terá que bancar a reforma do imóvel, compra de móveis e instalações, de estoque inicial e reserva para o capital de giro.

7º Passo – Conheça as taxas envolvidas

A mais conhecida é a taxa de royalties. Essa taxa cobre as despesas com suporte e direitos de uso da marca do franqueador e pode ser fixo ou variável.

A taxa de propaganda é cobrada sobre o faturamento da empresa. Esse percentual será usado para cobrir despesas de marketing que beneficiarão toda a rede.

Poderão ser cobradas outras taxas, mas essas citadas são as mais comuns de serem encontradas.

8º Passo – Investimento e retorno

Faça uma avaliação do montante que você deverá investir e compare com opções semelhantes de investimento.

O retorno financeiro deverá corresponder às suas expectativas, mas você também deve avaliar se o esforço valerá a pena se comparado a outras opções de negócio e investimentos.

9º Passo – Avalie os aspectos jurídicos do sistema

Leia atentamente a circular de oferta de franquia.

Esse documento traz de forma detalhada aspectos referentes a maneira que a rede funciona, quem são os fornecedores, quais são os padrões que devem ser seguidos, como será dado o suporte entre outros pontos.

Outro documento importante é o contrato de franquia. Leia atentamente e leve a uma consultoria ou advogado de sua confiança para que seja verificado se há alguma irregularidade contratual.

10º Passo – Processo de compra da franquia

O processo para se tornar um franqueado pode ser um pouco demorado dependendo da empresa que você está pretendo se franquear.

Tenha em mente que essa demora não é algo ruim, pois empresas sérias possuem um processo seletivo detalhado que visa manter o bom nível da rede.

Em geral, as etapas do processo são as seguintes:

1. Recebimento de informações básicas

2. Preenchimento do cadastro

3. Análise do cadastro

4. Entrevista pessoal

5. Apresentação da viabilidade financeira

6. Entrega da circular de oferta de franquia

7. Assinatura do pré-contrato

8. Aprovação do ponto

9. Assinatura de contrato de franquia

10. Treinamento

Para finalizar

A principal vantagem das franquias de sucesso é contar com uma marca consolidada que já possui a força da rede em negociações comerciais e principalmente processos de gestão testados e comprovados.

Se você chegou até aqui, acredito que tenha gostado do artigo, então que tal clicar em curtir?

Caso ainda tenha dúvidas sobre franquias, deixe sua pergunta nos comentários que eu te respondo assim que for possível.

Até mais!

 





Sobre o autor | Website

Empreendedor digital desde 2013 e especialista em marketing de afiliados. Quero te ajudar a empreender, seja online ou offline.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

17 − 7 =

Seja o primeiro a comentar!